CAMPEÃO DE REJEIÇÃO: Bolo doido tem recurso negado no Tribunal de Contas dos Municípios e acumula mais uma conta rejeitada

Recentemente envolvido num suposto sequestro das contas reprovadas do exercício de 2018, o prefeito de Canavieiras, Clóvis Almeida (PROS), viu, desta vez, sua tentativa de reverter a rejeição da prestação de contas do ano de 2019 ser frustrada pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) que manteve o parecer pela desaprovação das mesmas.

Com mais essa derrota no Tribunal, o Bicho Solto (autointitulado), acumula agora três contas julgadas pelo TCM(2017,2018,2019) definitivamente, tendo duas delas (2018 e 2019) reprovadas pelos conselheiros do órgão.

Dentre os vários motivos que determinaram a não aprovação das referidas contas estão a extrapolação do índice pessoal e a contratação direta de assessorias e consultorias sem comprovação da singularidade do objeto (R$ 414.000,00) para o ano de 2019, além de falhas na contabilização de processos de pagamentos (classificação irregular da despesa), na inserção de dados no SIGA e outras anormalidades.

Vale lembrar que embora alertado, em 2019, para uma suposta irregularidade na contratação de assessorias e consultorias no valor de quase meio milhão, o gestor, Clóvis Almeida, além de continuar com o pagamento dos serviços, aumentou consideravelmente os valores das assessorias chegando ao montante de R$ 1.063.000,00 (Um milhão, sessenta e três mil reais) anuais em 2021, conforme matéria publicada no Canavieiras News. Confira o link

Canavieiras: Prefeitura gasta mais de R$ 1.000.000,00 (Um milhão de reais) em Consultorias e Assessorias.

Diante de tudo que vem acontecendo e das sucessivas reprovações impostas pelo TCM ao governo do mandatário da cidade, será que o chefe do executivo vai se adiantar e na surdina fornecer o mesmo destino as contas de 2019 que tiveram as 2018? Será que o fiel escudeiro, Clery Santos (PROS), vai negar o recebimento dessa também?

Quem viver verá…

Compartilhe