Canavieiras: Presidente do SINDSPUC pede que prefeito cumpra a lei antes de chamar alguém de fora da lei. (Veja o vídeo)

Recentemente o gestor de Canavieiras questionou e insinuou que a instalação de uma ponte na zona rural do município seria um ato de gente fora da lei. A polêmica afirmação gerou revolta nos envolvidos da construção e provocou resposta imediata, inclusive do Vereador Rony da Pescan, que foi um entusiasta da obra em conjuntos com moradores da localidade e proprietários rurais.

LEIA MAIS

O assunto segue rendendo nas redes sociais e desta vez o Presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Canavieiras (SINDSPUC), Dário Brito, fez um vídeo e questionou o prefeito se quem não cumpre lei é fora da Lei?

Na gravação o Presidente afirma existirem leis que não vem sendo cumpridas pela atual gestão e que essa deveria ser a preocupação do chefe do executivo. Dário argumentou que o Artigo 37, inciso 6 da constituição federal prevê o direito do servidor público civil à livre associação sindical, a lei orgânica do município no artigo 18 garante os mesmos direitos e a emenda 01/2020 da Lei Orgânica Municipal trata da liberação dos dirigentes sindicais vinham sendo respeitadas até então, porém o prefeito após embates com a diretoria do SINDISPUC, resolveu não cumprir e através de um decreto, cancelou a liberação dos diretores alegando que pode fazer isso quando se sentir importunado. A justiça em um mandado de segurança deu razão ao SINDSPUC e determinou que fosse cumprida a lei e ainda assim não foi feito.

Dando segmento foi relatado sobre a Lei 468/1995 que trata do plano de cargos dos funcionários da Administração Municipal e foi motivo de reuniões, manifestações e campanhas para que fosse cumprida e novamente foi negligenciada pelo alcaide.

Para finalizar o representante sindical lembrou que o próprio prefeito Roberto Almeida (PROS) publicou uma lei de número 1.117/2018 Dando direito a todo servidor que fizesse requerimento ao município ser respondido em 20 dias, prorrogáveis por mais 10 de acordo necessidade, mas na prática a gestão do mandatário tem o hábito de não responder os requerimentos nem dos servidores, nem dos sindicatos.

E assim Dário diz: “Então não venha falar de fora da lei, primeiro cumpra as leis, para depois o senhor questionar eventuais pessoas que por ventura não vierem cumprir a lei”. O líder sindical ainda afirmou que o SINDISPUC é um órgão de representação dos trabalhadores e não se curvará aos caprichos dessa ou qualquer outra gestão.

Compartilhe