Canavieiras: Vereadores e sociedade civil organizada dizem não a prefeito.

Em uma de suas recentes lives, o Prefeito de Canavieiras, Roberto Almeida (PROS), comunicou que pretende retirar a Secretaria de Educação do seu atual prédio para que seja instalado ali a sede da câmara de vereadores.

O anúncio causou reações nos professores, movimento sindicais, vereadores e populares. Muitos usaram das redes sociais para se posicionarem contra e cobrarem outra solução para sede do Legislativo.

A Vereadora Isa Ramalho em seu Facebook declarou: “Não apoio essa fantasia encabeçada pelo poder executivo, e para isso parto do pressuposto que os poderes são independentes, e logo, é de responsabilidade do Poder Legislativo a coordenação de busca para sua sede própria”.

Em um vídeo o Vereador Lescepís se posicionou: “Sou terminantemente contrário a tal ideia porque eu acho que a educação tem que permanecer como prioridade e aquele prédio representa pela sua suntuosidade, pela sua grandeza um marco para Canavieiras, não podemos abrir mão disso”.

Vereador Lescepis Rocha se manifesta contrário a desapropriação da SEMED

Outro membro do legislativo a dizer não, o vereador Cosminho em entrevista a Fraanklin Silva declarou: “Todos nós sabemos que a câmara precisa ter uma sede própria, mas não dessa forma, desapropriar a Secretaria de Educação, até porque é um bem adquirido com muito trabalho, foi uma grande luta para Educação ter sua secretaria própria, então não é justo isso”

Dário Brito, Presidente do Sindicato, externou solidariedade na luta: “A câmara precisa se virar e construir seu próprio espaço porque a SEMED é nossa e ninguém larga a mão de ninguém, se depender do nosso apoio e da nossa motivação a SEMED fica ali, a SEMED fica”

Franklin Silva, militante ativo dos direitos do povo, também se manifestou: “Temos o porto totalmente abandonado que dá para ser a câmara, desapropria, bota a câmara aqui, mas ali na educação não, ali é uma conquista dos Professores”.

A APLB lançou recentemente a campanha #ASEMEDéNOSSA onde serão publicados uma série de vídeos de profissionais da área comentando o assunto. Foi escolhido como primeiro vídeo o da professora Genita Matos que ocupou a secretaria por oito anos na gestão de Zairo Loureiro e juntos recuperaram as ruinas que ali estavam e transformaram na casa da educação.

A SEMED é fruto de um contrato de Comodato entre Secretaria de Educação e Governo do Estado que tem duração de 30 anos (renováveis) e para recuperar o prédio a secretaria investiu recursos da educação na total reforma do local. Antes abandonado e totalmente destruído o imóvel era ponto de consumo de drogas e após acordo entre as partes foi restaurado e se tornou um cartão postal da cidade, além de motivo de orgulho para a classe educacional.

Como o prefeito quer tomar e doar o que não lhe pertence? Qual seria a verdadeira intenção por trás disso? Será que o gestor estaria querendo apagar uma obra importante porque não foi ele que fez? Não é de responsabilidade da Presidência da Câmara buscar um local para construir sua Sede?

São perguntas que movimentam os principais segmentos de Canavieiras.

Compartilhe