DITADURA: Shows cancelados e cidade parada é o legado do autoritarismo do Prefeito de Canavieiras.

O prefeito de Canavieiras, Clóvis Almeida (PROS), usando da sua conhecida inabilidade de diálogo, resolveu, por conta própria, estabelecer que quaisquer eventos festivos promovidos na cidade, público ou particular, deverão obedecer determinação, imposta pelo gestor, de terminar até 2 horas da manhã. Veja o vídeo

A insensibilidade do líder mais humano para com os sobreviventes do turismo municipal causou o cancelamento de apresentações artísticas, visto que a obrigatoriedade do horário pré-estabelecido para encerramento das festividades, enfraqueciam as vendas e impossibilitava a execução de uma programação de qualidade.

Populares ocuparam as redes sociais para questionar a decisão unilateral do mandatário da cidade, bem como se manifestarem contrários ao comportamento autoritário do bolo doido (autointitulado).

A nova “lei” da “mordaça” de Canavieiras caiu como uma pá de cal no sofrido e castigado setor turístico local, pois além de penarem com a falta de apoio durante o período crítico da pandemia, agora precisam enfrentar a resistência e desistência dos artistas regionais em se apresentarem na cidade, devido a imposição do bicho solto (autoproclamado).

Diante da “DITADURA DA MADRUGADA” a população quer saber: Essa regra também valerá para o MOTO FEST? Ou será que a festa de gosto pessoal do chefe do executivo terá regulamentação diferenciada?

Quem viver verá…

Compartilhe