Educação: APLB de Canavieiras convoca associados em assembleia virtual para lutarem contra ameaça ao plano de cargos e salários da educação.

A APLB, representante sindical dos trabalhadores da educação, convocou uma assembleia online, via ZOOM, hoje, 23 de agosto, às 17h, com intuito de discutir e traçar estratégia para enfrentar a tentativa do Prefeito de Canavieiras-Ba, Dr. Clóvis Almeida (PROS), em alterar o Plano dos Servidores Públicos Municipais da Educação.

O ato se deve em virtude do Gestor lançar um edital de audiência pública convocando a população para apresentação e discussão do novo plano de cargos e salários da Secretaria Municipal de Educação. A notícia pegou os servidores de surpresas já que sequer foram procurados pela gestão para discutirem a elaboração de um novo plano, bem como a comissão de educação da Câmara Municipal de Vereadores também não recebeu nenhum chamado para discutir novos termos, novas diretrizes. Não é de hoje que o Chefe do executivo vem dando indicativos que iria tentar mexer no plano dos funcionários, em áudio supostamente atribuído a ele, ainda no ano de 2020, o prefeito teria dito que para enfrentar a pauleira que é o plano de educação, “ter uma maioria folgada (na câmara) era muito melhor para trabalhar”.

Em sua última Live, Dr. Almeida se referiu ao plano como mirabolante e afirmou que não adiantava existir e não ter como pagar, sem explicar como o plano foi executado e pago até hoje por todos os prefeitos que passaram antes dele. (Veja o vídeo)

A APLB já se posicionou publicamente contra qualquer alteração e lançou a campanha #NenhumDireitoAmenos, bem como já se mobiliza para ir ao enfrentamento público e garantir a preservação dos direitos conquistados através de anos de luta. O Plano de Cargos e Salários da Educação foi discutido e implantado na Gestão do Ex-Prefeito Zairo Loureiro que tinha como Secretária da pasta a Professora Genita Matos juntamente com os diretores da APLB da época. Foi classificado como grande marco de investimento educacional e maior ação de valorização humana do segmento no município.

Essa ação não é a primeira investida do alcaide contra a classe dos professores. Recentemente ignorando todas manifestações contrárias afirmou que vai retirar a secretaria do prédio atual e instalar ali a câmara municipal. A atitude não agradou a categoria e imediatamente gerou reações contrárias criando o slogan #ASEMEDéNOSSA que foi rapidamente abraçado por inúmeros representantes da área.

Compartilhe