Nordestina de 13 anos é a mais jovem brasileira a ganhar medalha olímpica.

A maranhense Rayssa Leal fez História nessa madrugada ao se tornar a medalhista brasileira mais jovem de uma olimpíada, aos 13 anos a fadinha, como é conhecida, bateu o recorde de Rosângela Santos, bronze no atletismo de Pequim com 17 anos e trouxe a prata para casa.

Descontraída a nordestina chamou atenção pela tranquilidade como encarava a competição, sempre com semblante leve e dançando a atleta esbanjou alegria e cativou os jornalistas presentes pelo entusiasmo e calma como encarava cada prova.

O belo resultado de Rayssa garantiu a segunda medalha olímpica (2 pratas) para a categoria Skate Street nos jogos de Tóquio, Kelvein Hoefler já havia subido ao pódio na modalidade no domingo, 25 de julho.

Créditos: GloboEsporte.com

Compartilhe